Ação Re-Nascentes

Recuperação de Nascentes e Matas Ciliares

Ação Re-Nascentes
1ª Ação do Centro de Educação Ambiental Bom Jardim

A ONG Verde, em todos os projetos, trabalha com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), propostos pela ONU. Assim, para cada ação existe um objetivo central que é o de contribuir para atender as metas neles estabelecidas.

O Projeto Viveiro Mudas Nativas faz parte do processo de educação ambiental desenvolvido pela ONG Verde e se constitui na primeira ação do Centro de Educação Ambiental Bom Jardim.

Em breve, serão realizadas várias atividades sobre os biomas do Cerrado e da Mata Atlântica, com ações para promover a recuperação de áreas degradas, recuperar matas ciliares, proteger e revigorar nascentes, articular parcerias, voluntários e estagiários.

Área da ONG Verde

Projeto Re-Nascentes
Enquanto o espaço do Centro de Educação Ambiental ainda não está pronto, a ONG Verde já iniciou o plantio de frutíferas e realiza conversas com pequenos proprietários de sítios e chácaras na região, que possuem nascentes com problemas de assoreamento, devido a redução das matas por queimadas, desmatamentos e pisoteio de animais.

Dessa necessidade, surgiu a primeira atividade do Projeto Viveiro Mudas Nativas: a ação Re-Nascentes – Recuperação e Proteção de Nascentes e Matas Ciliares.

Os ODS que estão alinhados a essa ação

ODS 13: Ação contra a Mudança Global do Clima - Tomar medidas urgentes para combater a mudança do clima e seus impactos.

ODS 15: Vida Terrestre - Proteger, recuperar e promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres, gerir de forma sustentável as florestas, combater a desertificação, deter e reverter a degradação da terra e deter a perda de biodiversidade.

As doações para o Re-Nascentes

Projeto Re-Nascentes
O Re-Nascentes só é possível graças à parceria com o fotógrafo Mario Barila (imagem), que doou 500 mudas de árvores nativas da Mata Atlântica para a ONG Verde realizar ações de recuperação de nascentes na região do Centro de Educação Ambiental.

Barila é responsável pelo Projeto “Água Vida – Fotografia e Sustentabilidade” que reúne arte e ações sociais solidárias em prol de entidades, grupos e pessoas que atuam em defesa do meio ambiente, tudo através da venda de suas fotografias.

Barila já realizou ações de reflorestamento em Fernando de Noronha, na Chapada dos Veadeiros e em Mariana; doou computadores para escolas carentes em Ilhabela, nos Lençóis Maranhenses e nas Serras da Capivara e das Confusões, além de ajudar instituições como a Tucca, que cuida de crianças carentes com câncer, a Caraivaviva na Bahia e a Pastoral do Menor, no Pará.

Visite o site e conheça o trabalho desse ambientalista e suas ações em defesa de comunidades carentes e da biodiversidade brasileira.

Rose e o filho, João

Projeto Re-Nascentes
Neste 24 de outubro, a ONG Verde fez a primeira ação, de várias outras, com Rosilene (Rose) e o filho, João Pedro, proprietários da chácara Reserva da Encosta, no município de Itatiaiuçu, cidade que pertence à Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH).  

Coordenadores da ONG conheceram o local do plantio das mudas e conversaram muito com a Rose sobre alguns procedimentos básicos para que o plantio das mudas nativas seja feito de forma correta.

Na ocasião, foi selado o compromisso de monitorar o processo de recuperação da área de encosta e no entorno dos olhos d’água.

A chácara Reserva da Encosta recebeu várias mudas de aroeira, sangra d’água, ipê, jacarandá mimoso, bacupari, dentre outras, que foram plantadas neste domingo, 25 de outubro. 

Rose recebeu a ajuda do sr. Sebastião e do Cleiton, além dos vizinhos Lena e Vanderlei para abrir uma centena de covas e realizar o plantio.

O local

Projeto Re-Nascentes

Mudas diversas

Projeto Re-Nascentes

Entusiasmo contagiante

Projeto Re-Nascentes

Limpeza da mina

Projeto Re-Nascentes

Abrindo covas

Projeto Re-Nascentes

O plantio

Projeto Re-Nascentes